O que NÃO fazer na quarentena

Temos vivido dias difíceis e incertos, nos quais o mundo está abalado por uma pandemia e pelo isolamento social. Temos sofrido com um mal invisível que tem causado medo, ansiedade e incertezas. Porém, como cristãs, temos a esperança de um futuro melhor em Jesus e Seu Reino por vir. Enquanto isso, seguimos lidando com a quarentena e seus desafios. O maior deles é ocupar o tempo de maneira funcional e eficaz, tempo esse que agora temos “de sobra”.

Muitas são as sugestões encontradas em sites, blogs, vídeos, redes sociais sobre o que fazer nesta quarentena em casa, com os filhos, com o marido ou até sozinha. A lista se delonga em culinária, artes manuais, sugestões de leitura de livros, exercícios físicos, brincadeiras para entreter as crianças, entre outros. Mas este artigo pretende propor a você 8 dicas do que não fazer nesse período.

Dica 1 – Não fique 24h na internet. Sabemos que a internet tem sido uma ferramenta muito útil nesses dias de isolamento e grande aliada nas atividades remotas, como: aulas à distância, reuniões por aplicativos, cultos, palestras ao vivo, entre outros. Porém, a internet e seus afins podem nos roubar um tempo precioso, que poderíamos passar com aqueles que amamos. Então, brinque, converse, cante, conte histórias com aqueles que estão ao seu redor. Assim, você criará boas experiências e lembranças para a vida.

Dica 2 – Não se alimente de más notícias. Temos sido bombardeadas diariamente por uma enxurrada de informações, e muitas delas não são boas. Algumas, até trágicas. Portanto, evite assistir aos noticiários e/ou ler reportagens que lhe transmitam más notícias. Elas nos trazem pensamentos e sentimentos ruins, deixando-nos tristes e ansiosas. Jesus nos orienta em Sua Palavra: “… tudo o que é verdadeiro, tudo o que é honesto, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, se há alguma virtude, e se há algum louvor, nisso pensai.” Filipenses 4:8. Lembre-se: se informar de más notícias nem sempre é estar bem informada.

Dica 3 – Não repasse informações ruins. Recebemos constantemente notícias sobre a situação política, econômica e a saúde pública de nosso país, que demonstram estar em crise. Quando não é isso, são pedidos de oração lotando nosso aplicativo. Devemos, sim, orar pelos governantes e pelo próximo, prestando auxílio quando necessário. Mas devemos ser cautelosas ao transmitir essas mensagens. Somos mensageiras da esperança e não do desespero. Portanto, evite ser portadora de más notícias. E lembre-se: você é responsável por toda informação que passa para outras pessoas. Assim sendo, verifique as fontes das mensagens sempre antes de repassá-las (cuidado com as fake news).

Dica 4 – Não abuse das guloseimas. Passar muito tempo em casa tem lá suas vantagens. Muitas cozinheiras de “mão cheia” aproveitam para colocar as receitas em dia e/ou aprender novas receitas. As crianças vibram e o maridão adora. Mas preparar doces e guloseimas todos os dias pode oferecer sério risco à saúde, além de produzir aquela gordurinha indesejada. Aproveite o tempo para exercitar-se. Há algumas sugestões de exercícios físicos na internet que conseguimos fazer sozinhas e em casa. É uma forma de nos movimentar e ficarmos longe de cair na tentação do doce após o almoço.

Dica 5 – Não compre exageradamente. Muitos, nessa quarentena, acreditam que estão numa eterna Black Friday e que devem aproveitar todas as promoções oferecidas por aqueles sites que vendem quase tudo. Outro dia, ouvi uma colega de trabalho comentar que essa quarentena tem sido ótima para ela, pois tem aproveitado o tempo para comprar itens de decoração para enfeitar sua casa. A proposta inicialmente parece boa. Mas depois, ela mesma confessou não saber o que fazer para pagar a conta no final do mês. Em tempos de incerteza, o mais prudente é economizar. Compre apenas o necessário. Outra dica: se for ao supermercado, leve somente o que for usar para a semana ou para o mês. Não precisa estocar álcool gel, papel higiênico ou outro produto. Pense que outras pessoas também necessitam desses itens.

Dica 6 – Não descarregue seu estresse nas pessoas. Viver o isolamento social tem sido um desafio para todos ao redor do mundo. Muitos têm sofrido ansiedade, estresse e até depressão. Cada um lida com a situação à sua maneira, em sua cosmovisão (visão de mundo). Pense nisso antes de descontar sua raiva, ansiedade ou estresse naqueles próximos de você. Busque outras formas de aliviar suas tensões. Tente ser compreensível, priorizando sempre o respeito e a harmonia nos relacionamentos.

Dica 7 – Não se cobre tanto. Infelizmente, o ser humano tem a mania de transformar tudo em modismo. E parece acontecer o mesmo com a quarentena. Há uma diversidade de opiniões sobre o que fazer nessa nova realidade: praticar exercícios físicos, assistir lives, fazer reuniões por aplicativo, arrumar a casa, pintar uma tela, aprender bordado e crochê, preparar uma nova receita… ufa! Até parece que ficamos à toa nas 24 horas do dia, sem nada por fazer, procurando preencher o tempo. Não mesmo! Relaxe. Respire fundo. Faça uma coisa de cada vez e com a frequência que costumava fazer. Como se diz em inglês: take your time, ou seja, leve as coisas no seu tempo. Não se culpe se hoje não conseguiu limpar o armário ou lavar a roupa. “Basta a cada dia seu mal” Mateus 6:34.

Dica 8 – Não deixe sua comunhão com Deus esfriar. Você já acorda com as crianças dizendo que estão com fome. Vai correndo preparar o desjejum. Depois ajuda os filhos com as atividades da escola e as aulas online. Então, limpa a casa, faz o almoço, lava a roupa, troca a água do pet, alimenta o pet, almoça, lava as louças, realiza suas tarefas em home office, prepara o jantar, se estressa com as crianças pulando no sofá, e quando percebe, o dia já se foi e você deixou o mais importante de lado: Deus!

O Senhor anseia que O busquemos em todo o tempo por meio da comunhão diária, com oração e estudo de Sua Palavra. Só Ele sabe o que é melhor para nós. Cristo deve ser nossa fonte de alegria, calma, paz e esperança. Só assim, poderemos levar Sua mensagem. “A comunhão com Deus encoraja bons pensamentos, nobres aspirações, claras percepções da verdade e altos propósitos de ação.” Filhas de Deus, p. 613.

Em Cristo, todos os temores se vão, todo desespero se esvai e a esperança renasce.

Se sua quarentena não tem sido como você idealizou, priorize a prioridade: Cristo! E deixe que as demais coisas lhe sejam acrescentadas (Mateus 6:33).

 

Autora do artigo:
Rafaela Seidel Silva Duarte
Graduada em Letras Português/Inglês e Pós-graduada em Língua Inglesa

 

REFERÊNCIAS:

http://ellenwhite.cpb.com.br/livro/index/7/63/74/a-vida-devocional-do-remanescente acesso em 20/02/2020

https://m.egwwritings.org/pt/book/1731.426#432 acesso em 20/05/2020

https://apureguria.com/saude/coisas-nao-fazer-na-quarentena/ acesso em 19/05/2020

https://vidasimples.co/colunistas/nao-seja-produtivo-na-quarentena/ acesso em 19/05/2020

https://www.fasdapsicanalise.com.br/o-que-nao-se-deve-fazer-durante-a-quarentena/ acesso em 19/05/2020

Ministério da Mulher  – União Sudeste Brasileira
Igreja Adventista do Sétimo Dia

Todos os direitos reservados © Missão Mulher 2021. Desenvolvido por Agência ALX