O que causa o câncer de mama?

Embora não exista uma causa específica para a maioria dos casos, há fatores que são considerados de alto risco para a doença. Menstruar muito cedo (antes dos 12 anos), o que os médicos chamam de menarca precoce, e parar de menstruar após os 55 anos, o que é chamado de menopausa tardia, são considerados fatores de risco.

Não ter tido filhos, não ter amamentado, ou ter feito reposição hormonal após a menopausa (por mais de cinco anos) são pontos que os médicos costumam levar também em consideração na análise do potencial de risco da paciente, assim como alterações genéticas e frequente exposição ao RX que estão no pacote de investigação dos médicos.

Da mesma maneira como em outros tipos de cânceres, o estilo de vida influencia no surgimento do câncer de mama, potencializado por fatores como o sedentarismo, obesidade e sobrepeso, e o consumo excessivo de álcool. A genética também desempenha um papel importante e, caso alguma pessoa da família tenha tido câncer de ovário ou mama, a atenção precisa ser redobrada, inclusive fazendo mamografia antes dos 35 anos.

Eliminando riscos

Alguns dos fatores de risco não são reversíveis e tudo que você pode fazer é se manter em dia com suas consultas de rotina ao ginecologista. Por outro lado, a listinha acima revela que a adoção de bons hábitos pode ajudar a prevenir problemas futuros. Segundo o Instituto Nacional do Câncer (INCA) 28% dos casos de câncer podem ser evitados se medidas simples fossem adotadas.

O aleitamento materno é bastante recomendado pelo Ministério da Saúde não só pelos benefícios trazidos para a criança, mas também para a mulher. As outra recomendações dos médicos são mudanças comportamentais, no estilo de vida e que, provavelmente, você está cansada de saber; mas mesmo assim, leia novamente:

  • Não fume
  • Evite o consumo de bebidas alcoólicas
  • Mantenha o peso corporal adequado
  • Alimente-se de forma saudável
  • Pratique atividades físicas

Existem muitas atitudes que você pode tomar para evitar a doença, mas há fatores não estão sob o seu controle. Todavia, a rotina de autoexame, sem dúvidas, é a oportunidade de ter a vantagem da descoberta precoce da doença e entrar na estatística de bons índices de cura.

Aproveite o Outubro Rosa e informe o maior número de mulheres (e homens) para que todas se cuidem mais, tanto com o autoexame periódico quanto com consultas regulares ao ginecologista.

Aproveite o Outubro Rosa e converse com amiga sobre o autoexame. SuperAção é, acima de tudo, uma super ação!

Autoexame – clique aqui e leia o artigo A PREVENÇÃO DO CÂNCER ESTÁ EM SUAS MÃOS

e homens. – clique aqui e leia o artigo HOMEM TAMBÉM PODE TER CÂNCER DE MAMA

Ministério da Mulher  – União Sudeste Brasileira
Igreja Adventista do Sétimo Dia

Todos os direitos reservados © Missão Mulher 2021. Desenvolvido por Agência ALX