Edit

About Us

We must explain to you how all seds this mistakens idea off denouncing pleasures and praising pain was born and I will give you a completed accounts off the system and expound.

Contact Info

 Como ter um melhor desempenho profissional em home office

O contexto de pandemia da Covid-19 fez com que nossa percepção sobre o mundo fosse alterada, trazendo mudanças em costumes, ideias, comportamentos e, sobretudo, na forma como trabalhamos. O home office, antes privilégio de poucos, passou a ser exigido de muitos. E estes novos tempos trouxeram novos problemas, sendo um deles manter o desempenho profissional dentro de nossa casa, com todas as distrações que o conforto do lar pode oferecer.

As demandas se sobrepõem ou se alternam numa rotina diferente. Lidar com as pressões da própria situação que estamos vivenciando, atender às pressões do trabalho e ainda lidar com a questão: “Já que você está em casa…”, pode trazer um alto custo emocional e ser desgastante. Pode ser que ao fim do dia, você se sinta frustrada e até culpada por não ter tido o desempenho desejado ou até mesmo necessário. Será que é possível dar conta de tantos afazeres pessoais, ter sucesso e bom desempenho no home office e não se sentir sobrecarregada?

Primeiro, precisamos entender que cada pessoa é diferente, principalmente quando falamos da parte psicológica. A forma como fomos criados, as experiências que tivemos ou observamos, se tornam a base da formação de nossas crenças, da forma como vemos o mundo e a nós mesmos. Portanto, estabelecer metas baseadas nos resultados e experiências de outra pessoa pode ser muito injusto em alguns momentos, dadas as nossas particularidades. Dito isso, existem três vilões que comprometem nosso rendimento: procrastinação, desorganização e estresse ocupacional.

O ato de procrastinar, deixar para depois, pode ter várias causas, podendo ir de um hábito a um problema psicológico. Uma pessoa com baixa autoestima, por exemplo, não consegue perceber ou reconhecer sua capacidade, levando-a a postergar a tarefa que lhe foi designada na tentativa de evitar o confronto com a ideia de não ser capaz. Isso também pode ocorrer em caso de traumas, transtorno de ansiedade, entre outros. Casos assim, a solução da procrastinação demandará um acompanhamento psicológico. Mas quando não for algo psicológico, a solução é simples: PARE DE PENSAR E FAÇA! Como diz o ditado, “não deixe para amanhã o que pode ser feito hoje.”

Quanto à organização, tenha uma agenda onde estarão todas as suas atividades. A melhor forma de organizar as tarefas na agenda, para facilitar a visualização, é dividi-las por áreas. Por exemplo, PROFISSIONAL onde estarão seus compromissos de trabalho. PESSOAL, para seus compromissos pessoais, como consultas médicas, reuniões escolares ou compromissos da igreja. E por último, DOMÉSTICA, onde você irá colocar o que precisa fazer para a casa, como ir ao mercado, lavar roupa ou organizar armários. Essas anotações são realizadas diariamente. É importante somente se propor a realizar tarefas que serão possíveis naquele dia. Muitas vezes propomos muitas atividades num só dia, e, ao não conseguir realizá-las, nos frustramos. O que não der tempo, coloque no dia seguinte. Se as tarefas forem bem divididas, seu tempo será suficiente.

Estresse ocupacional é o excesso de trabalho. O estresse faz com que nosso corpo e mente fiquem adoecidos, gerando por consequência uma dificuldade em realizar as tarefas propostas com o mesmo desempenho que teríamos antes. Se você já está sofrendo com o estresse, procure um profissional, a terapia lhe ajudará a recuperar suas energias. Postergar isso poderá lhe causar danos irreparáveis. Mas se não chegou nesse estágio, a organização das tarefas, fará com que consiga administrar seu tempo e por consequência terá um melhor desempenho tanto no home office quanto na vida pessoal.

Vivemos num tempo em que podemos cair no ostracismo ou na sobrecarga, ambos danosos, comprometendo nossa qualidade de vida. Organize sua vida, peça ajuda de profissionais se for preciso e lembre-se que Deus prometeu aliviar todas as nossas cargas e ansiedades, se tão somente aprendermos a ter uma vida entregue aos cuidados dele!

 

Link para pesquisa:

https://www.oficinadepsicologia.com/procrastinacao/

Autora do artigo:
Geysiane Pena
Psicóloga Clínica

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.